Seja uma editoraEscreva para o Cabelos Famosos

Dicas para atravessar a transição capilar sem surtar

Depois de anos submetendo seus cabelos à química das progressivas e afins, você decide assumir seu cabelo natural de uma vez por todas. No entanto, a transição capilar exige tempo e você está “se vendo louca” com as madeixas. Como superar essa fase? Como sentir-se bem consigo mesma enquanto tudo não está em seu devido lugar? Como recuperar os cabelos naturais sem surtar? Essas e outras respostas você encontrará aqui e agora.

transição-capilar

Primeiros passos para assumir o cabelo natural

Nem sempre é fácil, eu sei. Tem o cabelo cacheado demais, volumoso demais, com muito frizz ou armado. Seja lá qual for o motivo que levou a apelar para as químicas, deixa-las de lado é um processo que requer coragem e paciência:

  • Veja fotos antigas: compare como você era com seu cabelo natural e com a química. Analise o formato do seu rosto e a harmonia do conjunto. É muito provável que você descubra que o seu cabelo natural ficava melhor em você;
  • Reavalie o que você fazia e o que pode fazer: olhou as fotos e odiou o que viu? Já parou pra pensar nos cuidados que você tinha com as madeixas? Pense no que você pode fazer para melhorar a qualidade do fio natural a partir de agora. As possibilidades são infinitas;
  • Peça a opinião das pessoas queridas: fale sobre a sua vontade de realizar a transição capilar e receba o apoio daqueles que você gosta. Com certeza eles vão continuar te amando do jeitinho que você é;
  • Converse com outras pessoas que passam ou passaram pelo mesmo: se você não conhece ninguém pessoalmente, existem grupos no Facebook que falam sobre isso. A esmagadora maioria que passou pela transição capilar teve seus momentos de fraqueza e vontade de desistir. Trocar ideias vai ajudar a manter-se firme.

Estudando para a transição capilar

Todo mundo tem um tipo de cabelo e as respectivas reclamações sobre ele. Defina quais são as suas antes de continuar. Exemplos:

  • Meu cabelo é cacheado e embaraça demais: quanto a isso, não há muito que se fazer. Os cabelos cacheados possuem uma estrutura que faz com que embaracem mais facilmente. Mantê-lo sempre hidratado ajuda, pois quanto mais seco mais ele vai embaraçar. Um bom corte que remova pontas duplas e partes ressecadas também é necessário;

como-diminuir-volume-cabelos

  • Meu cabelo tem um volume que não gosto: existem diversos produtos no mercado que ajudam a controlar o volume. Vamos falar disso mais pra frente;
  • Meu cabelo não tem brilho nem movimento: mais uma vez, foque nos produtos. O produto errado causa isso. Falta de hidratação causa isso. Falta de cortar causa isso.

Existem inúmeras outras reclamações, o que você deve fazer é analisar quais são as suas para que consiga resolvê-las depois.

Produtos que devo utilizar durante a transição capilar

Se você está esperando uma lista pronta de produtos, infelizmente não posso te ajudar. O que acontece é que cada fio, cada pessoa possui uma necessidade diferente. Não posso chegar aqui e dizer “você deve usar produto x para que seu cabelo fique impecável”. O que posso fazer é direcioná-la para encontrar o produto ideal:

  • Leia atentamente os rótulos: depois que você identificou os problemas do seu cabelo, fica fácil descobrir o tipo de produto que precisará para resolvê-los. Seu cabelo é seco, misto ou oleoso? Busque produtos específicos para ele;

cabelos-naturais

  • Shampoos livres de sulfatos: como são menos agressivos, deixarão os fios mais saudáveis e, consequentemente, eles crescerão mais rápido (lindos e naturais);
  • Shampoos anti resíduos: eles possuem alto poder de limpeza e ajudarão a remover a química presente nos fios. Agora você me pergunta: mas esses shampoos não são agressivos? Você não disse pra usar produtos não agressivos? Disse. Mas não esqueça que estou apenas direcionando. Você é quem deve decidir o que é melhor para o seu caso, o que nos leva à última dica;
  • Teste sempre: mesmo que alguém tenha lhe dito que tal produto é espetacular, ele pode não funcionar tão bem com você. Teste tudo o que parecer ser bom para seu fio até encontrar o que melhor se adapta.

Dicas valiosas para sobreviver à transição capilar

É cacheada, resolveu fazer o big chop* e se arrependeu? Use e abuse de lenços, presilhas, tiaras, toucas e chapéus. Você vai ficar tão charmosa que em pouco tempo vai desencanar e perceber que continua maravilhosa;

big-shop

Experimente as técnicas low poo e no poo: é muito provável que você tenha problemas capilares que podem ser resolvidos com essa técnica. Ao submeter os cabelos à produtos menos agressivos, você verá que eles recuperarão o movimento, brilho e maciez em pouco tempo;

Pesquise e teste receitas caseiras: vamos supor que você resolveu não cortar a parte com química e agora o seu cabelo está “indeciso”. Existem receitas caseiras que vão ajudar a harmonizá-lo, por exemplo, as hidratações que reduzem o volume;

Cogite usar babyliss: seu cabelo é cacheado, mas no momento está metade liso também e você se recusa a cortar? Faça os cachinhos com o babyliss! Mas redobre os cuidados com hidratação;

Faça penteados diferentes: experimente usá-lo meio preso, com coque messy, trança, rabo de cavalo alto… Existem muitas opções e só fazendo-os você saberá qual valoriza mais sua beleza;

transição-capilar-como-fazer

Seja paciente: quanto tempo você submeteu seus cabelos à química? Um ano, dois, quatro talvez? É de se esperar que ele demore um bom tempo para voltar a ser o que era, MAS VOLTA. Tenha paciência, que volta. Siga as dicas acima e nem perceberá o tempo passando.

* corte de cabelo “radical” que retira toda a química existente nele, deixando os fios bem curtos.

A maior das dicas para não surtar durante a transição capilar é: ame-se do jeito que você é. Não ligue para comentários maldosos que não acrescentam em nada. Você é linda e ficará ainda mais linda ao fim desse processo, basta cuidar de si e manter-se sempre informada para ter resultados cada vez melhores.

Escreve seu comentário usando o Facebook

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *