Seja uma editoraEscreva para o Cabelos Famosos

Doenças do couro cabeludo – Saiba a hora de procurar o dermatologista.

Qualquer sinal de coceira ou irritação no couro cabeludo procure um dermatologista Qualquer sinal de coceira ou irritação no couro cabeludo procure um dermatologista.

A caspa é um sinal de que alguma coisa não está bem com você. Pode ser causada pelo seu emocional. Existem várias doenças do couro cabeludo que precisam ser avalidas por um especialista para fazer o tratamento correto.

A hora de consultar o dermatologista

As pessoas normalmente deixam passar uma simples irritação, queda de cabelo, coceira ou caspa no couro cabeludo pensando que um simples shampoo e uma boa massagem irão resolver o problema.

A questão é que pode se tornar um agravante se você não descobrir a causa destes fatores. Uma coceira ou caspa pode ser desencadeada pelo suor, produtos que podem causar alergia, a falta de higiene e o emocional, que causa o stress. Este último atinge milhares de pessoas e precisa de acompanhamento psicológico e psiquiátrico. Com estas especialidades poderão ser resolvidas algumas questões emocionais as quais lhe ajudarão a se recuperar de algumas doenças e até mesmo as que se refere ao couro cabeludo.

Tipos de doenças do couro cabeludo

Em artigos anteriores falamos sobre algumas doenças do couro cabeludo, começando pela simples “caspa”, em seguida Seborreia, Tinha, vermelhidões e a Psoríase. A Psoríase é uma enfermidade crônica inflamatória. Afeta a pele, couro cabeludo, unhas e mucosas. Atinge cerca 190 milhões de pessoas no mundo, 2 a 3% da população. 3 milhões somente no Brasil, e somente uns 5% se tratam.

Psoríase é uma doença de pele,  não contagiosa.  As células da nossa epiderme se reportam em demasia, originando as lesões. Não há cura, é uma doença crônica, o que significa que terá que conviver com ela pelo resto da vida.  A pele normal renova-se a cada 21 a 28 dias. A pele de um portador de psoríase  se reproduz de maneira tão rápida que leva de 2 a 6 dias para renovar-se e por isso acontecem lesões na pele, placas avermelhadas ou escamas. Sabemos que fatores emocionais como stress e ansiedade agravam a doença. Porém não é o que causa esta doença. Mesmo que alguns familiares sejam predispostos a desenvolver a doença, não significa que acontecerá. Os pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Michigan chamaram o gene de PSORS1. A sua mudança afeta uma das 20 variedades (alelos) de um gene chamado HLA-C, predispondo-o à psoríase.

Falamos sobre a psoríase neste artigo porque é muito parecida com a caspa e seborreia. Caso você tenha esta doença e for ao salão de beleza, deve falar ao profissional sobre isso. Pois muitas pessoas ficam constrangidas e isso é desnecessário. O profissional do salão precisa saber o que pode ser utilizado em seus cabelos para não agredir mais seu couro cabeludo. Porém, sua informação é muito importante e deve ser através de seu dermatologista. Este sim pode lhe prescrever o que pode e o que não pode usar em seus cabelos.

A consulta ao dermatologista é fundamental para que você possa saber o que está acontecendo com seu couro cabeludo. Não fique tentando adivinhar. Não use tintura nos cabelos sem saber se pode. Isto pode aumentar a irritação e até mesmo causar a perda dos fios e tornar-se irreversível. Somente o dermatologista deve analisar.

Caso seu emocional esteja muito abalado, lhe causando stress e até depressão então deve obter a orientação psiquiátrica e tratar-se. Procure praticar atividades físicas com frequência, fazer coisas novas e boas. Você deve tentar sempre, mesmo pensando que pode não ser muito fácil. Você consegue.

O importante é trabalhar o controle emocional com ajuda médica.

 

Escreve seu comentário usando o Facebook

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *